Outubro Rosa e a Mulher na Tecnologia

O mundo é o lugar de muitas tendências. Há indícios de que a primeira cidade civilizada tenha surgido há 10.000 mil anos. Nem é de se estranhar muito, vivemos num planeta de 4,5 bilhões de idade e considerando isso, a civilização humana é novidade.

A mulher vem construindo sua história de participação na construção da sociedade desde o início da civilização humana, mas esse caminho andou longe de ser fácil e mesmo hoje é uma grande luta.

É comum o desequilíbrio de direitos em ambientes profissionais, por motivações sexistas. Há dados que apontam divergência em salários, na mesma profissão, indicando que os homens são melhor remunerados que as mulheres.

A boa notícia é que isso está mudando rápido! As damas agora são profissionais certificadas e líderes, participando ativamente da economia mundial, em muito casos, se tornando a “chefa de família” e principal provedora.

Sim as mulheres estão cada vez mais ocupando posições outrora ocupada apenas por homens, com autoridade!

Na Tecnologia elas são 25% e estão conquistando espaço!  Conheça 4 mulheres importantes do Mundo Tecnológico.

1. Grace Hopper

Contra-Almirante da Marinha, Grace Hopper foi uma mulher da tecnologia e da ciência nascida nos EUA no século XX. Em 1934, ela já era Ph.D em matemática e professora.

Se tornou Tenente e trabalhou em Harvard no seu projeto denominado como Mark I. Programado por Hopper, ele foi um dos primeiros computadores do mundo.

Além dele, Hopper também programou o UNIVAC I e criou o Compilador, que embasou toda a lógica da informática moderna.

2. Margaret Hamilton

Em 1959, ela começou a trabalhar como programadora, continuou crescendo e se tornou diretora de desenvolvimento de software da Apollo. Ganhou o prêmio da NASA Exceptional Space Act Award e hoje é CEO da sua empresa Hamilton Technologies.

Fundada em 1986, a empresa fornece soluções de modernização do planejamento e engenharia de softwares para outras empresas.

3. Karen Spärck Jones

Professora de computação na Universidade de Cambridge, Jones foi responsável por uma brilhante carreira na ciência da tecnologia.

Ela desenvolveu pesquisa na área de linguagem automática e processamento de informações desde o final dá década de 1950. Em 1972, criou e introduziu o conceito da Frequência de Documentos Inversa.

4. Evelyn Boyd Granville

Granville leva o título da 2ª mulher negra a receber doutorado em matemática pela Universidade Yale, nos EUA.

Em 1956, entrou na IBM, onde se desafiou na computação e desenvolveu diversos softwares para o IBM 650, trabalhando com seu antecessor e com a linguagem SOAP.

Outubro é o mês rosa, uma campanha criada para enfatizar a importância de cuidar da saúde. A cor simboliza mundialmente a luta contra o câncer de mama.


Você Mulher, está cuidado de sua saúde? Desejamos que sim!

Pode sempre conversar conosco.

Até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *